Entrevista com o Cosplayer Erick Müller


Entrevistamos  Erick Müller um Cosplayer que tem se destacado no Brasil com seus fantásticos Cosplays, seja bem vindo a 4Cosplay Magazine para mais uma entrevista bacana e também para tirar algumas dúvidas que as pessoas tem sobre seu hobby.

Qual seu nome? Quantos anos você tem?
R: Erick, 20 anos

O que você faz da vida?
R: Trabalho e estudo segurança cibernética

E há quanto tempo você começou a fazer Cosplay?
R: Eu fazia quando era criança, porém depois de adulto voltei a fazer tem em torno de 1 ano

Quais são suas séries preferidas?
R: Eu amo Game of Thrones e Friends

Como você se tornou fã dessas séries?
R: Minha irmã me apresentou ambos

Onde você conheceu esse hobby? Algum amigo apresentou? viu na internet? Conte-nos sobre
R: Também foi pela minha irmã, quando ela era adolescente e eu criança, ela costumava ir em eventos e eu comecei a me interessar e ir com ela, e lá conheci os cosplays

O que mais chama atenção em você nesse universo Cosplay?
R: A caracterização das pessoas, acho muito legal como você consegue transformar uma pessoa com apenas maquiagem e roupas

Qual foi o seu primeiro Cosplay?
R: L do Death Note, quase todo mundo começa por ele por ser famoso e simples

Quais outros Cosplays você ja fez?
R: Finn, Astolfo, Hatsune Miku, Todoroki, L..

Você vai em eventos ou só faz photoshoots?
R: Vou em eventos, é a melhor parte 

Qual é a receptividade para os Cosplayers que você faz?
R: Os cosplays masculinos são sempre bem recebidos, 
os femininos as vezes recebo comentários desrespeitosos

Você já se sentiu desrespeitado seja nas redes sociais ou em eventos? que mensagem você deixa
para as pessoas que tem esse tipo de atitude?
R: Já sim. As pessoas precisam entender que não é só porque é um homem fazendo Cosplay feminino que você pode faltar com respeito ou vir com gracinhas, todos devem respeitar todos os cosplayers e lidar com eles como as pessoas que são e não como objetos de diversão. E, nunca, jamais, se deve chegar fazendo comentários íntimos com pessoas que você não possui intimidade só por ela ser cosplayer. Já tive muito caso das pessoas querendo falar do meu corpo íntimo por conta de eu tirar fotos um pouco sensuais,  e isso não dá direito a elas a fazerem esses comentários.

Deixe uma mensagem para as pessoas que estão entrando no universo Cosplay atualmente
R: É um hobby muito divertido e recomendo para todos, claro que você poderá ter problemas com desrespeito tanto nos eventos como online, mas esse é um problema que existe em tudo do mundo, não só no meio Cosplay. A diversão vale muito a pena e com o tempo você aprende a lidar com pessoas desrespeitosas.

Você sofre preconceito por fazer cosplay feminino?
R: Sim, muitas vezes as pessoas acham que podem vir dar em cima ou fazer comentários íntimos e evasivos, as vezes por o cosplay estar mostrando um pouco do corpo ou as vezes só por ser um homem fazendo cosplay feminino. Muitas pessoas automaticamente já acham que quem faz crossplay é homossexual (eu no caso, não sou), eu faço por diversão assim como eu faço os cosplays masculinos também. Muitas vezes eu já tive vontade de deixar de fazer crossplays por conta do desrespeito e por conta de automáticamente as pessoas já julgarem sua sexualidade por isso, mas eu não irei deixar de fazer algo que gosto por causa de opiniões alheias.

Desde 2011 mantemos a campanha de respeito ao Cosplayer e gostaríamos de parabenizar sua atitude e seus trabalhos como Cosplayer 
R: Agradeço muito :3


Para falar com a 4Cosplay Magazine é só enviar um email para: cosplaymagazine@outlook.com