7 Dicas para seu primeiro Cosplay


Por Black Fang 

Não é novidade que o número de cosplayers no Brasil tem aumentado consideravelmente. Cada vez temos mais cosmakers e lojinhas de importação disponíveis para confeccionar ou importar os mais diversos acessórios para deixar tudo nos trinques, mas por isso, muitas pessoas acabam enfrentando muitos problemas inesperados que geralmente os cosplayers mais antigos estão mais do que acostumados.Então para aqueles de primeira viagem, eis algumas coisas que você deveria saber sobre cosplay!


1. Quero fazer um mecha em tamanho real que solte laser pelos olhos e tenha um lança chamas! 
Ok, primeiro de tudo, não estou dizendo que você não pode. Tendo condições monetárias ou sabendo como fazer, está ótimo! Mas muitas pessoas acabam se empolgando demais com um primeiro projeto muito complexo, acabam se embananando e no final metade das coisas não chegaram ou algo dá errado no processo de produção, o que provavelmente vai te desanimar bastante pra continuar.

Vá com calma! A cada cosplay você aprende uma coisa nova que vai te ajudar no futuro. A experimentação é a melhor ferramenta que conseguimos com esse hobby. Mas se você realmente quer um projeto grande, vai fundo e com cuidado. De preferência, peça ajuda para cosplayers veteranos! Existem muitos dispostos a ajudar aqueles que estão começando, podendo compartilhar contatos e serviços para facilitar sua vida.


2. E se não gostarem do meu Cosplay?
Uma coisa que praticamente qualquer veterano pode bater na mesa e afirmar com tudo é que mesmo se você conseguir virar o próprio personagem vai ter sempre alguém pra te criticar, sempre. Tenha em mente que você nunca vai agradar todo mundo e isso é um fato. Até os Cosplayers mais reconhecidos no exterior passam por isso diariamente. Por exemplo, conheço muitas pessoas que não gostam da Reika por seguir um estilo onde a maquiagem é um ponto chave por mudar inteiramente o rosto, até pessoas que não gostam da Jessica Nigri por considerarem vulgar. A coisa mais importante nesse hobby é se sentir bem. Se você gostou do que fez, é isso o que importa! Mas saiba discernir as críticas ofensivas das construtivas. A segunda talvez consiga te ajudar a melhorar pequenos detalhes para um resultado ainda melhor!

3. Já ouvi tantas histórias de calote e são tantas lojas! Não sei em quem confiar...
Pois é. Desde a expansão desse hobby pelo país já ouvimos centenas de histórias de calotes com o passar dos anos. Alguma delas sempre caindo na boca do povo de novo como a Katagrana e a Tsukino. Mas com o aumento do número de lojas os caloteiros estão em qualquer lugar e os alvos mais fáceis são os que estão começando por não conhecerem a área e caírem de cara no produto que acharem mais bonito ou em conta, sem pesquisar previamente. Infelizmente, nem todos são vendedores legítimos e vão sim te passar a perna. Para isso, existem vários grupos onde você pode perguntar sobre X vendedor, se alguém já comprou com ele ou é de confiança. No próprio grupo Vendas de Cosplay (2.0) existe um álbum destinado só para aqueles que já faltaram com os clientes, desapareceram sem entregar o produto etc. Então fique de olho!


5. Se for encomendar, posso confiar nos prazos? 
Eis um assunto bem delicado e muito relativo. A não ser que estejamos falando dos correios, por que a chance dos malditos atrasarem é de 90%, fora seu produto parar em Curitiba, ser extraviado, roubado, devolvido para o fornecedor ou taxado. Produtos importados deve ser encomendado o quanto antes! Pessoalmente é a primeira coisa que eu vou atrás quando confirmo um novo projeto. Mas não se esqueça que existem vários produtos a pronta entrega. Se o tempo estiver curto ou se você não se incomodar em pagar um pouco mais pra ter menos dor de cabeça, procure nos grupos de vendas!
Em relação a cosmakers, é variável de cada um. Alguns conseguem cumprir prazos e outros acabam se estendendo um pouco mais e outros são simplesmente caloteiros. Não se esqueça que as vezes existe um tempo de ajuste (no caso de cosmakers de lojas físicas) então dificilmente será de primeira que você levará o produto final para casa. Tenha calma e paciência, por que essa é a parte mais difícil do processo.


6. Quero fazer sozinho para não ter tantos gastos, mas não sei como fazer alguns acessórios :C
Como dito antes, a experimentação é a melhor ferramente do cosplayer para crescer e aprender com o hobby! Com isso, muitas pessoas disponibilizam tutoriais na internet pra quase qualquer coisa que você possa precisar. Navegando um pouco você vai encontrar várias resoluções para um mesmo problema e mesmo que não encontre um tutorial para um acessório/arma (ou seja lá o que for) especifico do seu personagem, você com certeza encontrará bases parecidas ou fotos de cosplayers que já fizeram anteriormente para usar de referência.
O céu é o limite, baby c;


7. Queria ter um grupo, mas não conheço mais ninguém que faça ;_;
Seus problemas terminaram! Além dos grupos de vendas, o facebook tem grupos destinados exatamente para encontrar e montar sua equipe. Procure pela UCS - Grupos de Cosplay entre outros e quem sabe as pessoas não aparecem. Mas lembrando que infelizmente é normal as pessoas acabarem miando antes do evento. Como experiência de vida eu tive um grupo de pokemon de 30 pessoas e no dia só sobramos eu e um amigo. Então tenha cuidado com a sua equipe!
E não se esqueça que grupos também são uma ótima oportunidade para fazer novos amigos e trocar experiências. Aproveite o máximo que puder!
Extra: Se alguém faz o mesmo cosplay que você não há motivo para atritos. Aproveite a oportunidade para fazer uma nova amizade. De brigas, o mundo cosplay já está cheio, então sempre respeite o trabalho do outro e acima de tudo....
DIVIRTA-SE ! 

Tem mais alguma dúvida? Envie para abcgeek@outlook.com