Comic Con Portugal 2016 - Como foi?



Por Teresa Guedes

Em 2016, a Comic Con Portugal realizou-se nos dias 8, 9, 10 e 11 de Dezembro. Ao contrário dos anos anteriores, o evento prolongou-se por 4 dias - a organização aproveitou que dia 8 de Dezembro é feriado em Portugal para estender o evento. E falando já de números, a quantidade de visitantes aumentou em quase 20 mil pessoas em relação ao ano passado. Porém, o prolongamento do evento levou a que este perde-se a sua dinâmica. No ano de 2014, visitei a CCPT à civil. Nos anos de 2015 e 2016, visitei a CCPT como cosplayer. No ano de 2017, visitei a CCPT à civil. Isto tudo para vos relatar a diferença da azáfama entre esses anos. Nos primeiros três anos, o evento realizou-se durante 3 dias e ao longo desses anos, uma visitante assídua como eu habitua-se à confusão que se instala nos sábados da CCPT. Sendo o sábado o dia que mais pessoas têm livre, a afluência é enorme. Contudo, a CCPT, ao ter 4 dias, perdeu a dinâmica, uma vez que acabou por distribuir a quantidade de pessoas. Apesar de tudo, a diminuição de pessoas num dia como o sábado é um ponto positivo para os cosplayers. Em 2015, mais de 50 mil pessoas visitaram a Comic Con Portugal. Nesse ano, levei ao evento o meu cosplay de Lady Loki. Foi um inferno! Podem ler aqui a minha opinião relativamente à edição desse ano. Para além de ser dia de concurso e de os cosplayers participantes estarem extremamente nervosos, todos, independentemente de participarem ou não, têm sempre medo de danificar os seus fatos ou props ao passear pelo recinto. Como havia menos pessoas, os cosplayers conseguiram aproveitar melhor o evento nesse dia, com menos medo e com menos calor humano (ufa!).

Sendo a CCPT o maior evento de cultura pop em Portugal, não podia faltar a secção de games. Apesar da faixa etária e da comunidade em geral a que pertenço, não sou fã de League of Legends ou de outros jogos do género. Algo que eu procurei nesta edição da Comic Con Portugal e não encontrei foram as arcadas. Tendo eu crescido com uma consola da SEGA nas mãos, as arcadas permitem-me relembrar momentos da minha infância. Para além disso, pessoas da idade dos meus pais não conseguiram encontrar nada que fizesse parte das suas juventudes. O meu pai, que adora pinball, ficou extremamente desiludido. Isto porque, no ano de 2015, tudo isto que faltou nesta edição esteve presente: as arcadas, o pinball, jogos retro. A organização da CCPT tem que começar a lembrar-se que tem que agradar a todas as faixas etárias visitantes. Apesar de o meu pai e eu sermos fãs de A Guerra dos Tronos, não é isso que procuramos no evento, porque isso é praticamente o prato do dia dos eventos em Portugal.

E aproveitando o argumento anterior, também fiquei desiludida com a secção de cinema. Infelizmente, o que interessava a mim e a alguns amigos não teve destaque e divulgação suficientes e acabou por ser perdido. Mais uma vez, a Comic Con destacou aquilo que está na moda e que a maioria da juventude gosta. Claro está, a maioria ganha. Contudo, a CCPT tem a tendência a esquecer-se de franquias intemporais! Contava ver algum conteúdo relacionado a Alien, já que este ano mais um filme vai ser inserido nesta história de culto. Porém, a única coisa que vi foi um cosplay fantástico de Queen Alien que esteve presente no concurso Heróis do Cosplay
Mais uma vez, o concurso de cosplay da CCPT 2016 elevou a fasquia e os fatos e props apresentados estavam muito, muito bons. Talvez muito, muito bons não seja o suficiente para descrever o que vi, mas como passei o tempo todo maravilhada a tentar absorver cada detalhe de cada apresentação, que até fiquei sem adjetivos para qualificar o Heróis do Cosplay 2016. E acreditem, neste caso, ficar sem palavras é um ponto positivo! Ainda relativamente ao cosplay, a Associação de Cosplay esteve presente durante todo o evento com um espaço e materiais que permitiram a reparação de fatos e props.
Assim, a CCPT é um evento em constante evolução, que todos os anos melhora nuns aspetos e piora noutros. Ainda não sei que projetos vou apresentar na Comic Con Portugal 2017, mas contém comigo para vos trazer todos os detalhes!