Foi uma das grandes figuras convidadas para o evento Festigame 2015 e no sábado criticou o comportamento do público, que gritava "mucha ropa!!!"(um pedido para a Cosplayer fazer um stripteaser)"O cosplay não se resume a peitos e bundas", disse ela no Facebook.

A popular cosplayer americana Jessica Nigri ficou aborrecida com alguns de seus fãs chilenos que no ultimo sábado dia 15 de agosto que estavam no evento Festigame no Chile, Através do Facebook ela criticou o  comportamento machista pelo qual foi recebida no evento.

Nigri, que é reconhecida como  uma das figuras mais populares desse universo, disse  na sua página que ser Cosplay e interpretar personagens de filmes, livros, quadrinhos e vídeo-games não  é apenas mostrar "seios e bunda".

E no meio de sua apresentação, ela recebeu gritos insistentes do público que faziam referência a quantidade de roupa que estava vestindo. Além disso, ela estava furiosa porque ele percebeu que o público vaiou um grupo de Cosplayers formado por homens interpretando Cosplays femininos e um outro grupo que também se apresentou na mesma noite passou despercebido pelo público. 

"Não represento o Cosplay como um todo, sou apenas uma Cosplayer neste vasto universo, Ser Cosplay é divertido, criativo, inspirador e incrível. Eu sempre gosto de afirmar o quão divertido é ser você mesmo e ser amigável com as pessoas. Vestir Cosplay para mim é diversão e honestamente não sei se poderia fazer frente a 1/4 das coisas incríveis que as pessoas fazem nesse universo. disse ela

Nigri continuou: "Não gostei da forma como o grupo Cosplay foi recebido, foi uma ótima apresentação de homens interpretando personagens femininos.”

"Eu quero enfatizar que Cosplay não é apenas peitos e bundas. É diversão, criatividade e magia com seus amigos. Trata-se de batalhar por semanas para fazer um traje para ir a um evento. (...) Esses caras fizeram um excelente trabalho e só Eu queria dizer o quanto eu aprecio o trabalho deles ", disse ela sobre o grupo que foi vaiado no evento.

Leia o depoimento de Jessica Nigri na sua página oficial

Via Publinoticias.cl